[ editar artigo]

Como aumentar o movimento da pizzaria sem investir dinheiro - Parte 1

Como aumentar o movimento da pizzaria sem investir dinheiro - Parte 1

A baixa no movimento é um problema para muitas pizzarias. Calma, isso é comum para qualquer negócio. Afinal, ninguém consegue estar sempre em alta. No entanto, alguns estabelecimentos não possuem dinheiro para investir em propaganda e outros artifícios, estes podem tentar algumas manobras de marketing gratuito.

A diminuição do movimento ocorre por diversos fatores, como a localização não adequada, baixa qualidade, atendimento ruim, preços elevados e até crises financeiras. O primeiro passo é descobrir o que está paralisando seu comércio.

Não tome nenhuma medida precipitada, como promoções sem lucratividade e demissão de funcionários. Sem encontrar o que está doente não é possível encontrar a cura. Para começar a remediar é importante uma análise.

Descobrindo o motivo da queda das vendas

Descobrir o motivo, do movimento baixo, é um fator que exige uma pesquisa, primeiramente com os clientes fiéis e depois com os demais. Pergunte quais os pontos negativos do seu comércio e peça sugestões para melhorar o atendimento, qualidade, entrega e etc.

Essa conversa com o cliente já pode dar indícios do que está acontecendo. No caso de crises financeiras o problema é descoberto rapidamente, pois, ela afeta todos os comércios e clientes de forma espantosa.

Após descobrir a causa é importante encontrar uma solução, cada problema necessita de medidas diferenciadas, como:

 - Atendimento ruim: O primeiro passo é reunir a equipe e perguntar sobre a satisfação ou insatisfação de trabalhar no local. Depois aplicar um treinado em todos os funcionários, desde o pizzaiolo até o motoboy, neste processo é importante salientar que o cliente é quem faz o negócio crescer.

No caso de insatisfação do funcionário é importante que empresa também forneça uma solução, como ajuste salarial, mais folgas, jornada reduzida ou até mesmo oferecendo benefícios como cesta básica e convênio. Afinal, uma empresa não é nada sem seus colaboradores.

- Baixa qualidade: Quando o cliente reclama da baixa qualidade da pizzaria é importante trocar os ingredientes. Com isso o preço dos insumos irá aumentar e a lucratividade reduzir, mas caso não seja possível ajustar os valores cobrados é necessário um sacrifício temporário para atrair e mantem seus clientes.

Pesquise na internet, ou diretamente com os fornecedores, os ingredientes de boa qualidade com um valor acessível. A massa também deve ser averiguada, caso o problema esteja nela, o pizzaiolo deve desenvolver outra receita, forma de fermentação ou optar por ingredientes diferenciados.

Vale lembrar que outros quesitos também podem afetar na qualidade, como a embalagem e o forno. O forno deve assar corretamente a pizza por inteiro, se ele desempenha bem essa função o pizzaiolo deve controlar melhor o tempo. Nenhum cliente gosta de massa queimada ou crua.

- Entrega: A entrega é um fator bem importante para os clientes, caso ela ultrapasse o tempo combinado ele automaticamente muda de estabelecimento. Isto porque existem milhares de concorrentes espalhados pelo Brasil.

O atendimento do motoboy também precisa ser cordial, sem apresentar tratativa pessoal. As maiores reclamações são de pizzas com cheios derramados e grudados na tampa, esse problema pode ser resolvido com a compra de caixas mais resistentes, caixa transportadora apropriada e redução da velocidade do transporte em curvas e brecadas. As vezes aguardar uns minutos antes de colocar a pizza na caixa evita que ela transborde no caminho, principalmente as que levam o recheio de queijo.

Continua...

GuruDaPizzaria
Ler matéria completa
Indicados para você